Roteador

Produtos encontrados: 169 Resultado da Pesquisa por: em 11 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 169 Resultado da Pesquisa por: em 11 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

O uso do roteador tem sido cada vez mais necessário no dia a dia. Seja em espaços comerciais, como shoppings, ou residências que possuem mais de um computador, esse componente é fundamental para garantir o acesso à internet. Entretanto, para que tudo funcione corretamente, é necessário entender, de fato, o que é o roteador e quais fatores levar em consideração no momento de escolher.

Aqui você vê algumas dicas que podem te ajudar na hora da compra. Confira!

Roteador: o que é?

Roteador é um aparelho utilizado para estabelecer redes de computadores e realizar o encaminhamento das informações contidas nos pacotes de dados. Esse dispositivo permite a conectividade entre computadores e dispositivos móveis, em redes LAN (local area network) e WAN (wide area network). Alguns modelos, ainda, possuem um funcionamento que procura pela melhor rota para o envio e recebimento de dados, priorizando as transmissões mais curtas ou as menos congestionadas.

Um equívoco muito comum é confundir o roteador com o modem, entretanto, seus funcionamentos são bem específicos. O modem é o equipamento utilizado para modular o sinal digital em uma onda analógica e demodular o sinal analógico para convertê-lo em um sinal digital. Ele é utilizado para estabelecer a conexão de internet via rede telefônica (ADSL).

Na prática, o modem é o aparelho que recebe o sinal da internet e o roteador é o aparelho responsável por fazer a mediação entre o modem e os múltiplos aparelhos conectados à rede.

Roteador: confira os tipos

Ao adquirir um novo roteador, você pode optar entre dois tipos: o roteador wireless e o roteador via cabo. As redes wireless são indicadas para usuários que precisam de mais flexibilidade, pois são instaladas de forma rápida e prática e podem ser acessadas facilmente por qualquer computador ou dispositivo móvel em sua área de cobertura. A desvantagem, no entanto, é que as conexões sem fio apresentam algumas limitações em comparação à conexão via cabo, como menores taxas de transferência de dados, mais vulnerabilidade na interceptação de dados, instabilidades no sinal e interferências por obstáculos como paredes de concreto, por exemplo.

As conexões via cabo, por outro lado, oferecem maior segurança ao tráfego de dados, mais estabilidade do sinal, apresentam poucos problemas em relação à transmissão dos dados e têm velocidades de download e upload que se aproximam bastante dos limites máximos. A desvantagem, no entanto, é em relação à mobilidade, já que os cabos deverão estar conectados aos PCs para que haja o acesso à internet.

Um fator que deve ser levado em consideração em relação ao roteador wireless é o padrão que ele utiliza.

  • IEEE 802.11a: padrão usado em modelos de roteador para locais com grande tráfego de informações, como empresas. Ele é adequado para a frequência de 5 GHz e tem capacidade para até 54 Mbps, entretanto, não oferece longo alcance.
  • IEEE 802.11b: padrão utilizado em residências e pequenas empresas. É indicado para a frequência de 2,4 GHz, tem capacidade de até 11 Mbps e apresenta um bom alcance.
  • IEEE 802.11g: esse padrão também é utilizado em residências e empresas de pequeno porte. Apesar de também ser indicado para a frequência de 2,4 GHz, em relação ao b, ele tem um alcance menor e capacidade de até 54 Mbps.
  • IEEE 802.11n: este é um padrão recente. É indicado tanto para a frequência 2,4 GHz quanto para a frequência 5 GHz, e tem capacidade de 65 a 600 Mbps.
  • IEEE 802.11ac: esse padrão opera apenas na frequência de 5 GHz e sua capacidade de transmissão de dados é de até 6.922 Gbps.

Roteador: o que considerar na escolha do aparelho?

Existem algumas variáveis que devem ser levadas em conta na hora de escolher o seu roteador. A primeira delas é o local onde o aparelho será utilizado, pois há muita diferença entre o alcance e a velocidade oferecida pelos roteadores de uso residencial e de uso comercial.

Para quem prefere o roteador via cabo, é importante considerar o número de portas oferecidas e a quantidade de computadores que serão conectados à rede.

Considere, ainda, a quantidade de antenas presentes no aparelho, nos casos de conexões wireless. Apesar de não serem determinantes na velocidade e no alcance, elas também influenciam bastante nesses quesitos.

Verifique, também, se o padrão do seu roteador condiz com o uso que você fará do aparelho. Não há necessidade de optar por um roteador com grande alcance se você for utilizá-lo em um espaço pequeno. Entretanto, não adianta optar por um modelo com grande alcance para um local maior, como uma empresa, se a velocidade oferecida não comportar o número de dispositivos conectados à rede.

A potência também deve ser considerada. Ela é mensurada em dBis e, na prática, quanto maior for a quantidade de dBis da antena do roteador, melhor é a recepção e abrangência do sinal.

Lembre-se ainda de que, se você optar por um roteador wireless para conectar desktops, é necessário instalar uma placa de rede wireless na máquina, para que ela consiga receber o sinal do roteador.

Roteador: entenda a diferença entre 2,4GHz e 5GHz

A diferença básica entre as ondas de 2,4 GHz e 5 GHz é que quanto maior a frequência, maior a capacidade para transmissão de dados. As bandas de 5 GHz costumam ser bem mais rápidas e sofrem com menos interferência de outros aparelhos. Entretanto, quanto maior a frequência, menor o alcance das ondas, por isso, é comum que um roteador com banda de 2,4 GHz tenha um raio de alcance maior que o de 5 GHz.

Na WAZ você encontra diversos modelos de roteador. Confira todas as opções disponíveis e aproveite as vantagens de comprar online!